Entertainment

como a tecnologia produz hits

Os covers de músicas criados por IA têm chamado a atenção do público na internet. De fato, não deixa de ser curioso se deparar simplesmente com Frank Sinatra cantando Toxic, de Britney Spears. 

Ao ouvir, muito provavelmente você vai achar a qualidade da “obra” um tanto duvidosa, porém, é interessante observar o quanto a inteligência artificial tem evoluído e se mostrado criativa ao produzir esses covers no mínimo divertidos. 

Quem mais tem entrado nessa brincadeira de criar músicas covers com IA são os próprios fãs dos artistas, como os de Ariana Grande, que usaram IA para colocar a cantora interpretando Envolver, da Anitta, Penhasco, da Luisa Sonza e até Diamonds, da Rihanna. 

E é claro que, se a ferramenta pode criar covers de canções famosas, a Inteligência Artificial também pode criar letras de músicas. Bateu curiosidade para entender melhor essa história de covers e IA? Então vem com a gente!

O que são os covers criados por inteligência artificial e como funcionam?

Imagine ouvir o seu cantor pop favorito interpretando um clássico dos Beatles? Há alguns anos, isso só seria possível se o próprio cantor resolvesse fazer algum tipo de homenagem. Mas, hoje em dia, temos a IA – Inteligência Artificial, criando covers dos mais variados estilos. 

Os covers de músicas criados por IA são versões feitas a partir de redes neurais e algoritmos capazes de analisar determinadas características das canções originais e, dessa forma, criar mashups e covers, imprimindo, digamos assim, um estilo próprio. 

Por exemplo, utilizando algumas diversas ferramentas disponíveis de IA, você pode brincar e fazer com que a Lady Gaga cante algum hit do Chitãozinho e Xororó. Parece cômico? Com certeza, mas é dessa forma que muitos fãs têm experimentado a IA para criar covers inusitados. 

Covers de músicas criados por IA
Créditos: Divulgação

Questões polêmicas sobre os covers de música criados por IA

A ferramenta é programada para fazer uma análise de ritmos, notas, timbres e estruturas da canção original para criar o cover. Porém, é inegável que, apesar da evolução dessas ferramentas, ainda há aspectos complexos ao criar músicas covers com IA, como o fato de a voz original não ficar evidente na música.

Ao ouvir, por exemplo, o cover de Dark Paradise, música de Lana Del Rey, interpretada por Lady Gaga, a voz de Gaga passa muito longe, gerando um pastiche da própria voz de Lana. Já no caso do cover de Video Games, nota-se um pouco melhor o timbre de Lady Gaga. 

Certamente, a IA utilizada na criação é o que influencia determinados aspectos da finalização do cover, sendo que muitas dessas ferramentas estão ainda em fase inicial de desenvolvimento. 

Por tudo isso, a qualidade dos covers de músicas criados por inteligência artificial ainda é questionável por envolver habilidades humanas, como expressão de sentimentos, emoção e até mesmo capacidade de improviso que algoritmos seriam incapazes de ter.  

A evolução da inteligência artificial na música 

Fica mais fácil entender como a I.A está presente no mercado da música quando a gente pega um exemplo do nosso cotidiano. 

Talvez você nunca tenha parado para pensar nisso, mas, ao ouvir músicas no Spotify ou em qualquer outra plataforma de streaming, há a presença de algoritmos de Aprendizado de Máquina, conjuntos de IA que são incluídos no sistema com o intuito de aprimorar a nossa experiência. 

Você começa a ouvir um de seus artistas preferidos e, quando a reprodução da lista chega ao fim, o algoritmo recomenda outros com base em suas preferências. Em algumas plataformas, essas indicações, e até mesmo reproduções automáticas de outros artistas, impressionam pela assertividade do robô.

De repente você descobre uma banda nova que nunca tinha escutado, mas que corresponde muito ao seu gosto pessoal. Então, além de a IA estar evoluindo na maneira como os usuários consomem música, ela começa a influenciar também na parte criativa e mercadológica. 

Novas possibilidades para os artistas

Embora haja limitações na criação de covers com IA, como comentamos anteriormente, não resta dúvidas de que essas ferramentas são úteis para compositores e produtores musicais fazerem experimentações, arranjos e até buscarem inspirações para novas ideias.

Covers de músicas criados por IA
Créditos: Divulgação

Atualmente, já existe IA que canta, outras que compõem e até algumas que oferecem o processo completo a partir de uma descrição bem precisa sobre o estilo principal, a fusão de ritmos e o tipo de emoção que a música criada deve transmitir.

Histórico dos experimentos com IA na música

Um dos primeiros experimentos de criação de músicas com IA aconteceu em 2016, quando pesquisadores da Sony usaram um software para desenvolver uma música dos Beatles, Daddy’s Car

Na época, para empregar toques e características humanas à criação, eles chamaram o compositor francês Benoit Carré para colaborar no projeto.

Até um álbum inteiro foi gravado utilizando IA em 2017, quando a cantora americana Taryn Southern usou apenas a sua voz e gravou seu disco I AM AI com a Amper Music, startup que cria músicas inéditas e personalizadas em poucos segundos. 

O chatGPT

Desde então, muitos outros serviços de IA foram aprimorando suas funcionalidades, e atualmente sabemos que dá até para criar música com chatGPT, a inteligência artificial  sensação do momento.

Desenvolvida no formato chatbot online, o chatGPT é capaz de responder a todo tipo de pergunta e ainda compor uma letra de música inédita. Já a Junkebox, desenvolvida pela OpenAI, mostra ainda mais a evolução conquistada pelas IA.

Ela foi gerada a partir da MuseNet, ferramenta capaz de projetar músicas, mas sem vocais. Treinada com mais de 1,2 milhão de músicas, a Junkebox é capaz de gerar áudio bruto e se mostrou eficiente na criação de diversos estilos musicais, como jazz, reggae, música clássica, country, pop rock, blues, entre diversos outros.   

Alguns covers de músicas criados por IA

Produtores, artistas, compositores, criadores de remix e até os fãs estão usando todos esses recursos da inteligência artificial para fazer versões de músicas já existentes. Veja a seguir alguns covers criados por I.A 

Toxic –  Frank Sinatra 

O curioso de criar música com inteligência artificial é o fato de a tecnologia gerar coisas que seriam improváveis, como o fato de ouvirmos Frank Sinatra cantando Toxic, de Britney Spears. 

Apesar do resultado esquisito, dá pra notar o estilo e o timbre daquele que foi considerado uma das maiores vozes da história da música.

Envolver – Ariana Grande 

Outra música criada por inteligência artificial é Envolver, de Anitta, na voz de Ariana Grande, que inclusive viralizou nas redes sociais. 

Das versões recentes de covers criados por IA, Envolver foi um dos que mais impressionou pela naturalidade ao sintetizar a voz. Ao que tudo indica, o programa utilizado foi Diff-SVC.  

Love Yourself – Kanye West

Quem diria que ouviria o rapper Kanye West cantando Justin Bieber? Pois uma IA transformou isso em realidade e usou a voz de Kanye para cantar o hit Love Yourself.

What A Catch, Donnie – Hayley Williams

Utilizando uma IA, um fã colocou Hayley Williams, vocalista do Paramore, para cantar What A Catch, Donnie, do Fall Out Boy!

Numa versão meio à capela, o resultado até que ficou interessante. Ouça aqui.

Mountain Man – Led Zeppelin

Além dos covers de remixes, as IA também são capazes de produzir músicas inéditas de bandas e cantores famosos

Utilizando bases de canções e composições do Led Zeppelin, um canal no YouTube postou um vídeo de uma música inédita da banda, Mountain Man.  Veja só o resultado.

Drowned in the Sun – Nirvana 

É fã do Nirvana? Então se liga só nesta música inédita criada por uma inteligência artificial. 

Drowned in the Sun faz parte do projeto Lost Tapes of the 27 Club que usou IA para criar diversas canções inéditas de artistas que compõem o Clube dos 27, como forma de homenagear os músicos.  

Por que as músicas de sucesso estão mais curtas?

É interessante observar como a IA está presente no mercado da música e vem transformando o mercado e a maneira como consumimos. E você sabe por que os hits de sucesso estão cada vez mais curtos? Vem com a gente entender tudo.

Por que as músicas de sucesso estão mais curtas?



Source link

x